Etiquetas

,

“(…) Adorno encontrava problemas nas suas tentativas de Composição. Os esforços tomados para quebrar os limites impostos pelo seu professor Bernhard Sekles deixou-o gradualmente insatisfeito, encontrando-se por fim perante dificuldade que ele sozinho, nos as conseguia ultrapassar. Mesmo assim, ele já teria um número de peças em seu crédito, nomeadamente quartetos de cordas, trio de cordas e peças para piano. Até um certo ponto, apesar da sua juventude, ele tinha conhecimento da prática composicional do seu tempo e escreveu a [Alban] Berg de modo a obter permissão para ser seu pupilo (…).”

Stefan Muller-Doohm, in “Adorno: a Biography” (Wiley Publishers)

Anúncios